O futuro das TVs

Maior feira de eletrônicos do mundo indica como deverá ser seu próximo televisor

Links:


No que depender da edição desse ano da CES, seu televisor nunca mais será o mesmo.

Esse ano, dá para apontar duas grandes tendências. A primeira tem a ver com o tamanho. Esqueça as telas de 42 polegadas. Os novos televisores são cada vez maiores. Nos corredores da CES, boa parte das telas tinha mais de 50 polegadas. Essa é, na verdade, uma estratégia da indústria. Nos últimos anos, os fabricantes de TVs vem amargando prejuízos. Grandes marcas foram vendidas – como é o caso da Philips, por exemplo. Para tentar mudar esse quadro, muitos fabricantes estão apostando na velha máxima de que tamanho é documento.

Mas, há novidades tecnológicas também – e das boas!

A primeira delas é o que está sendo chamado de Ultra Definição. Depois do HDTV, a sigla da vez é o UHDTV – Ultra High Definition TV. As imagens desses aparelhos são realmente impressionantes.

Eles oferecem quatro vezes mais pixels – que são os pontos que formam as imagens – do que as atuais TVs Full HD. Você que está nos vendo por meio de uma TV não tem como conferir visualmente a riqueza de detalhes dessas imagens. Mas, acredite, nós ficamos impressionados com as cores e a profundidade dessas imagens.

E tem mais. Já foram apresentadas por aqui TVs 3D em ultra-definição. É brincadeira? As imagens saltam da tela com um grau de realismo e uma profundidade incríveis.

Mas, não se engane. Essa é uma tecnologia que ainda leva tempo para se popularizar. Primeiro porque essa diferença de qualidade toda só é totalmente percebida em telas maiores, a partir de 70 polegadas. Depois porque os preços ainda são de outro mundo.

Um modelo de 84 polegadas lançado recentemente nos Estados Unidos custa a bagatela de 25 mil dólares – ou 50 mil reais. Com os nossos impostos, dá para imaginar por quanto sairia?

Além disso, existe pouco conteúdo em ultra-definição. Os fabricantes até dizem que essas TVs conseguem melhorar imagens que não sejam captadas em UHD. Mas, cá entre nós, todos os processos que prometem ampliar a resolução de algo que foi captado numa resolução inferior não dão grandes resultados.


Resumindo, as imagens da Ultra Definição são realmente surpreendentes. Mas, essa
é uma tecnologia que ainda demora a se tornar padrão. Especialmente no Brasil.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.


RECOMENDADO PARA VOCÊ