Rover da NASA coleta algo muito precioso em Marte

Desde que pousou em Marte, em fevereiro de 2021, o rover Perseverance, da NASA, já obteve 24 amostras de rochas e poeira para enviar para a Terra.

No entanto, os tubos de coleta guardam algo além dessas preciosidades geológicas: um pouco do ar marciano.

Os núcleos rochosos amostrados pelo equipamento possivelmente contêm informações sobre o passado remoto de Marte e a potencial existência de vida no planeta.

Por sua vez, o ar selado dentro dos tubos de titânio é igualmente significativo, já que os pesquisadores acreditam que ele pode revelar novas pistas sobre a atmosfera marciana.

Embora ela seja composta principalmente de dióxido de carbono, pode conter pequenas quantidades de outros gases antigos que datam da formação do planeta.

Isso pode fornecer informações valiosas sobre o tamanho e a toxicidade das partículas de poeira,

permitindo que os cientistas avaliem melhor os riscos para futuras missões tripuladas a Marte.

Quer saber mais detalhes sobre a coleta do ar de Marte e como ele poderá chegar à Terra?

Acesse a matéria completa  no link abaixo: