A empresa responsável pelo AdBlock, extensão conhecida por bloquear anúncios em sites e tornar a navegação mais “limpa”, foi vendida nesta semana a um comprador desconhecido.

Reprodução

publicidade

A novidade foi divulgada em um comunicado na última quinta-feira,1, que anuncia a adição de um recurso para o sistema que permite que empresas paguem para terem seus anúncios, mesmo quando a extensão estiver em ação.

Questionada pelo site TheNextWeb, a companhia se recusou e afirmou que o comprador prefere permanecer anônimo. A empresa revelou ainda que Michael Gundlach, criador do AdBlock, não terá qualquer relação com a extensão.