Recentemente, autoridades francesas alertaram os pais que compartilham fotos de seus filhos que eles poderiam ser processados pelas crianças e adolescentes por violação de privacidade. Agora uma pesquisa realizada em conjunto pelas universidades de Washington e Michigan mostra que as crianças não gostam que fotos delas sejam postada sem autorização.

Segundo o site Science Daily, 249 famílias norte-americanas, com filhos com idade entre 10 e 17 anos, foram entrevistadas para saber sobre as regras e expectativas de ambos sobre o uso de tecnologia.

publicidade

Além de se sentirem envergonhadas com o conteúdo que é postado, muitas crianças se preocupam com o oversharing, excesso de conteúdo postados pelos pais sobre elas, sendo que 18% repudiam qualquer publicação no Facebook ou em outra rede social sem permissão. “Muitas crianças disseram ter achado o conteúdo embaraçoso e se sentem frustradas quando seus pais continuam postando”, afirma a co-autora da pesquisa Sarita Schoenebeck.

As crianças também acreditam ser mais fácil aceitar proibições como a de não usar um aplicativo do que regras que vetem a tecnologia em determinadas situações. “Ficamos surpresos ao descobrir que quando a mãe e o pai dizem ‘você não pode usar o Instagram’, é mais fácil para as crianças aceitarem e manterem a regra do que quando eles dizem ‘você pode usar o Instagram, mas não durante o jantar”, explica Alexis Hiniker, autor do estudo.