O serviço de contratação de motoristas particulares Uber está processando a empresa indiana Ola sob a alegação de que a companhia criou mais de 90 mil contas falsas para solicitar serviços do Uber e cancelá-los. Com os motoristas ocupados, a Ola consegue abocanhar mais clientes na Índia.

De acordo com o processo que está sendo julgado no país, o objetivo da empresa processada é distrair os motoristas do Uber com “pedidos falsos”. Como a empresa só cobra a tarifa mínima após alguns minutos da solicitação, a Ola consegue monopolizar os motoristas por um curto período de tempo.

publicidade

Nesse meio tempo, quem realmente precisa de um motorista particular tem maior dificuldade em encontrar um Uber e acabam optando por motoristas da empresa indiana. Ao todo mais de 400 mil solicitações falsas já foram feitas.

Em sua defesa, a Ola afirmou que as acusações não têm procedência e que, por isso, são falsas.

A audiência do caso está marcada para o dia 14 de setembro.

Via The Next Web