EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A empresa de áudio Turtle Beach revelou novos alto-falantes que são, no mínimo, curiosos. O Hypersound Glass se destaca pelo fato de que, primeiro de tudo, ele usa vidro para gerar as ondas sonoras, e, segundo, direciona radicalmente o som, de modo que é quase impossível escutá-lo se você não está diretamente na frente do speaker.

A empresa não dá muitos detalhes sobre como funciona a tecnologia que usa o vidro para reproduzir o som, mas, como observa o Gizmodo, é possível, com base no funcionamento de outros alto-falantes direcionais, deduzir como funciona o Hypersound Glass.

publicidade

Speakers direcionais não usam ondas de som audíveis, mas recorrem a ondas ultrassônicas. No caso do modelo de vidro, é provável que estas ondas inaudíveis passem pelas camadas de filme transparente onde elas são moduladas de um modo que só se tornam audíveis em uma linha reta, mas os detalhes de como o processo funciona não foram divulgados.

As possibilidades da tecnologia são interessantes, e vão muito além de um alto-falante para colocar na sua casa. A ideia pode ser aplicada a monitores de computadores, por exemplo, permitindo que você escute música no seu notebook sem incomodar alguém que esteja perto de você, por exemplo. Outras ideias incluem para-brisas de carros, por exemplo.

A tecnologia também tem um toque de acessibilidade, já que poderia ser usada em sistemas como caixas eletrônicos, que requerem privacidade máxima. O alto-falante direcional funciona praticamente como um fone de ouvido, já que as pessoas em volta não conseguem escutar. Uma pessoa cega poderia mexer na sua conta e ouvir as orientações da máquina sem que ninguém mais escute o que é dito. Pessoas com audição prejudicada também podem se beneficiar do direcionamento do som.

publicidade

Vale observar: speakers direcionais não são novidade, nem mesmo sistemas que usam o vidro para a propagação do som. O que a Turtle Beach fez de diferente foi unir as duas coisas em apenas um dispositivo.

Via Gizmodo