EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Os dispositivos de realidade virtual já começam a chegar às lojas, mas ainda há um problema: a presença de enjoos durante a utilização desse tipo de aparelho. O projeto Daydream, do Google, pretende acabar com o problema produzindo smartphones de alto nível, capazes de reagir aos movimentos da cabeça em menos de 20 milissegundos. Alguns pesquisadores, no entanto, acreditam que isso não será suficiente para eliminar a chamada “doença da realidade virtual”.

O problema, segundo cientistas, é que quando o usuário está jogando com um dispositivo do tipo, seu corpo está em repouso, sentado e imóvel, no entanto, o cérebro cria a ilusão de que ele está em movimento. É essa diferença que causa o enjoo. Pesquisadores da Columbia University, então, desenvolveram um software especial que pode eliminar o problema.

publicidade

O programa cria, gradualmente, um campo de visão restrito, de maneira que o usuário não percebe. Como resultado, o cérebro é “forçado” a se concentrar em pontos que estão mais longe do jogador. Em testes com voluntários, todos eles afirmaram que tiveram uma experiência melhor com o novo sistema.

Veja como funciona:

Via PhoneArena

publicidade