EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Cientistas da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, ensinaram um sistema a pilotar um jato. E o programa, que recebeu o nome de Alpha, aprendeu bem. Em simulações de combate, ele foi capaz de derrotar dois jatos e venceu até um piloto aposentado da Força Aérea Americana.

No teste, os dois jatos tinham um sistema de armas mais poderoso que o usado pelo Alpha. Mesmo assim, o sistema conseguiu se livrar dos inimigos. Já contra o piloto aposentado, os pesquisadores revelam que ele “não apenas não conseguiu eliminar o Alpha, como foi derrubado todas as vezes em combates prolongados”.

publicidade

 O Alpha é baseado no conceito de lógica difusa. Isso significa que, antes de tomar uma decisão, o sistema analisa uma série de opções, interpretando diversos dados obtidos. Segundo os cientistas, a novidade é o fato de o programa ter conseguido tomar decisões em tempo real, com a eficiência de um computador.

Reprodução

“Temos um sistema de inteligência artificial que parece ser capaz de lidar com o ambiente exclusivamente aéreo, é extraordinariamente dinâmico, tem um número extraordinário de parâmetros e, em teoria, consegue enfrentar muito bem um piloto de combate qualificado, capaz e experiente”, afirma Doug Barrie, analista aeroespacial militar da consultoria IISS.

Ainda que os resultados sejam promissores, o analista explica que não será fácil usar o Alpha em combates na vida real. “Se o sistema decidir atacar um alvo não militar, os resultados serão terríveis. A indignação do público seria imensa”, declara.

publicidade

Via UOL Tecnologia