EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O usuário do Youtube Pawel Zadrozniak conseguiu aproveitar os antigos leitores de discos floppy para um propósito pouco usual: fazer música. Usando 64 floppy drives, 8 HDs tradicionais e duas scanners, Zadrozniak criou uma espécie de “orquestra” de componentes digitais, que ele chamou de “Floppotron”.

Zadrozniak consegue programar o Floppotron para que os componentes façam sons diferentes em momentos diferentes. Com isso, ele é capaz de fazer músicas. Abaixo, é possível ver algumas das composições que ele já criou para o Floppotron. A primeira delas é uma mistura de diversas canções da trilha sonora de Star Wars; a segunda é um cover de “Smells Like Teen Spirit”, do Nirvana:

publicidade

Funcionamento

Em seu site, Zadrozniak explica que consegue gerar som a partir dos motores elétricos dos componentes. Tanto os scanners quanto os floppy drives usam motores de passo para posicionar suas cabeças. “O som gerado pelo motor depende de sua velocidade. Quanto maior a frequência, mais agudo o tom resultante”.

publicidade

Os HDs, por sua vez, funcionam como a percussão ou a bateria da orquestra. Isso porque, segundo Zadrozniak, eles usam um ímã e uma mola para controlar a cabeça. “Quando voltagem é fornecida por tempo suficiente, a cabeça se acelera e bate na borda, fazendo o som de ‘tambor’.

Cada coluna de 8 floppy drives é controlada por um microcontrolador ATMega16. O software que comanda a orquestra, por sua vez, foi escrito por Zadrozniak “durante algumas aulas entediantes quando eu ainda estava na faculdade”. Ele é capaz de transpor, ainda que parcialmente, informações MIDI para o Floppotron, facilitando o processo de “composição”.