EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A primeira lei da robótica, definida pelo escritor Isaac Asimov, diz que um robô não pode ferir um ser humano. Pois ela foi quebrada por uma máquina de segurança que atropelou uma criança de 1 ano e 4 meses, na última quinta-feira, 14.

O robô ainda estava em fase de testes no shopping de Stanford, na Califórnia, quando acabou derrubando e atropelando Harwin Cheng por acidente.

publicidade

O Knightscope K5, que tem 1,50 metros e pesa 136kg, usa rodinhas, sensores e câmeras para realizar o monitoramento de algum local, enquanto também pode ser direcionado por humanos. Desenvolvido no ano passado, o robô foi projetado para alertar as autoridades sobre ruídos anormais, mudanças ambientais repentinas e criminosos conhecidos.

Os pais de Cheng acreditam que o robô seja perigoso e temem que outra criança possa se machucar. “O robô atingiu a cabeça do meu filho e ele caiu. O robô não parou e continuou a avançar”, afirma Tiffany Cheng.

Felizmente, a criança apenas teve um arranhão na perna. Ainda não se sabe o que causou o acidente.

Via ABC7News

publicidade