EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Pesquisadores do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Ulsan, na Coreia do Sul (UNIST), vão investir na criação de um Hyperloop, uma espécie de trem em cápsula que transporta passageiros ou cargas através de tubos de váculo e é capaz de viajar a 1,2 mil km/h, para ligar as cidades de Seoul e Busan.

“Muitas universidades e empresas dos Estados Unidos estão pesquisando o Hyperloop, aplicando uma série de ideias sugeridas por Elon Musk há dois anos. No entanto, não existem quaisquer instituições que ativamente fazem testes no Hyperloop ainda”, explica o professor Lee Jae-seon, da UNIST. O investimento total será de US$ 1,2 milhões, distribuídos durante 5 anos. 

publicidade

O projeto é ambicioso: nas primeiras etapas, o estudo pretende se focar na redução da resistência do ar, uma das dificuldades atuais. Para isso, os pesquisadores vão usar um método diferente do escolhido pelos pesquisadores dos EUA. Segundo o instituto, a ideia é projetar um compressor de ar, e instalá-lo na frente e dentro dos trens. A levitação magnética também será usada, proporcionando uma “força de levantamento” para que as cápsulas passem pelo interior do tubo de váculo.

Reprodução

A equipe do U-Loop também quer melhorar os motores de alta eficiência e desenvolver uma bateria de energia solar, para alimentar a levitação magnética.

Participarão da pesquisa os alunos de engenharia mecânica, nuclear, elétrica, design e informática do instituto. Segundo o chanceler Jung Moo-yeong, a distância de mais de 325 km será percorrida em 16 minutos.

publicidade

Via EtNews