EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A velha discussão sobre a relação dos jogos com a violência voltou à tona nesta semana.  Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta semana que “Pokémon Go”, game mobile de maior sucesso atualmente, é capaz de gerar uma “cultura de violência” entre os jovens.

A declaração foi dada no programa semanal “Em Contacto com Maduro” que expõe as posições do político em relação aos temas cotidianos. Segundo afirma, o jogo para celulares faz parte de uma realidade virtual “vinculada às armas, violência e morte”.

publicidade

Reprodução

Ele ainda aproveitou para dizer que “milhares de pessoas, inclusive jovens, terminam vivendo essa realidade virtual que é de matar e matar”.

Por fim, o líder venezuelano abordou uma suposta ligação entre essa cultura com o atentado de Munique, na Alemanha, na semana passada. Na ocasião, o alemão David Ali Sonboy matou 9 pessoas e deixou outras 35 feridas após abrir fogo em um shopping center da cidade.

Vale destacar que “Pokémon Go” ainda não chegou na Venezuela.

publicidade

Via UOL