Após revelar sua próxima linha de placas de vídeo com preços mais acessíveis e compatíveis com realidade virtual, a AMD anunciou hoje a sua próxima geração de processadores. Os componentes, chamados de Zen, terão os gamers que montam PCs de alta performance como público-alvo, segundo o Engadget.

Comparados com a geração anterior, os processadores Zen devem oferecer mais eficiência energética e, ao mesmo tempo, 40% mais instruções por ciclo – em outras palavras, a empresa promete mais performance por menos energia. Os novos processadores também terão a tecnologia Simultaneous Multithreading (SMT), que lhes permitirá processar diversos threads ao mesmo tempo.

publicidade

Primeiros de seu nome

O primeiro processador anunciado na linha recebeu o nome de “Summit Ridge”. Embora a empresa não tenha divulgado o seu clock, ele tem 8 núcleos e 16 threads de processamento, e terá compatibilidade com RAM DDR4. Numa comparação com o Core i7-6900K da Intel (o processador top de linha da marca), ambos rodando a 3GHz, o Summit Ridge foi mais rápido na execução de um benchmark de renderização.

Durante o anúncio da nova linha, a empresa também anunciou que pretende voltar ao ramo de processadores para servidores. O primeiro produto da Zen para esse mercado será o “Naples”, um processador com 32 núcleos e 64 threads, sobre o qual mais detalhes serão revelados no futuro.

A nova geração de processadores da AMD deve chegar ao mercado no começo de 2017, segundo a empresa. No segundo trimestre devem chegar os processadores para servidores, seguidos pelos processadores para notebooks e laptops no final do ano. É bastante provável, contudo, que eles concorram com a próxima geração de processadores de 14 nanômetros da Intel.