A Intel não fez alarde, mas pouco depois de apresentar a sétima geração de processadores Core com a arquitetura Kaby Lake, a empresa também revelou os chips Apollo Lake, que incluem as marcas Pentium e Celeron. São estes processadores que serão usados em laptops e desktops tudo-em-um de menor desempenho e baixo custo.

A família de processadores “J” é voltada para desktops, e incluem o Pentium J4205, o Celeron J3455 e o Celeron J3355. Eles usam a tecnologia Goldmont da Intel, com velocidades do clock variando entre 1,5 GHz e 2 GHz.

publicidade

Em comparação com a antiga geração Braswell, os novos processadores trazem um envelope termal mais alto, de 10 watts, contra os 6,5 W da geração passada, com suporte a seis linhas PCIe 2.0. Contudo, a limitação a no máximo 8 GB de memória RAM está mantida.

Os processadores Apollo Lake oferecem suporte ao recurso Modern Standby do Windows 10, que reduz o consumo de energia do aparelho quando o dispositivo está inativo, similar ao que vemos em muitos smartphones hoje em dia.

Em seguida, a empresa também tem a família N, que consiste nos chips Pentium N4200, Celeron N3450 e o Celeron N3360, voltado para dispositivos móveis, com um envelope termal menor, de apenas 6 watts. As velocidades base dos chips são de 1,1 GHz, mas no modo turbo podem variar entre 2,2 GHz e 2,5 GHz.

Os novos processadores devem começar a ser aplicados em novos computadores nos próximos meses.