A Microsoft lançou nesta semana o Projeto Hanover, um conjunto de estudos envolvendo inteligência artificial que pretende ajudar as pessoas no tratamento do câncer. A tecnologia quer criar um sistema capaz de detectar, pela análise do banco de dados de um genoma, quais seriam os remédios mais eficazes para curar a doença.

publicidade

Para ajudar, a Microsoft está fechando parceria com o Knight Cancer Institute, organização especializada na luta contra a doença, para avaliar métodos de tratamento com o uso de inteligência artificial. A ideia é trabalhar em conjunto com o instituto no combate contra a leucemia.

E não para por aí. A empresa norte-americana também está trabalhando para permitir a criação de uma espécie de computador molecular. Com ele seria possível para os cientistas compreender melhor as propriedades das doenças e oferecer respostas a elas. Tudo isso sem causar danos colaterais ao organismo do paciente.

Apesar da inovação e da iniciativa da Microsoft, a pesquisadora de câncer Brooke Magnanti, criticou no Twitter a falta de incentivos para o combate do câncer. Segundo ela, é preciso atenção para tratar e estudar a doença.

Via Engadget