EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Netflix decidiu lançar mais uma provocação à indústria tradicional do cinema nesta semana. A empresa anunciou um acordo com a rede de salas iPic Entertainment para levar seus filmes originais às telonas no mesmo dia em que estrearem no serviço de streaming.

O acordo inclui pelo menos 10 dos próximos filmes da Netflix, como “The Siege of Jadotville” e “Mascots”. As produções serão exibidas em Nova York e Los Angeles no mesmo dia em que estiverem disponíveis no site e no aplicativo, mas há planos de levar os filmes a outras cidades onde a iPic está instalada.

publicidade

A iPic é uma rede de cinemas de luxo com apenas 15 endereços ao redor dos EUA. Embora não seja a primeira vez que a Netflix leva filmes ao cinema, esse é o primeiro contrato de exclusividade e de longa duração fechado com uma rede. Como era de se esperar, a indústria de Hollywood foi contra.

Quando a Netflix lançou “Beasts of No Nation”, seu primeiro e premiado filme original, em 2015, diversas redes de cinema se recusaram a exibir o longa e até promoveram um boicote. Em nota, a Associação Nacional de Donos de Cinemas (NATO, na sigla em inglês), dos EUA, criticou o acordo assinado pela iPic.

“Lançamentos simultâneos [no cinema e na internet ao mesmo tempo], na prática, reduzem tanto os rendimentos do filme online quanto nos cinemas, quando foram testados anteriormente. Assim como a Netflix e seus consumidores dão valor à exclusividade, donos de salas e seus clientes também dão”, lamentou a NATO.

Ted Sarandos, chefe de conteúdo da Netflix, disse em entrevista ao jornal The Wall Street Journal que o objetivo não é criar uma concorrência dentro do seu próprio mercado, mas sim provar que os filmes da empresa não são “filmes de TV”. A ideia é convencer os consumidores de que a Netflix é capaz de produzir filmes tão bons quanto os da indústria de cinema tradicional.

publicidade

Via The Verge