EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Você costuma nomes engraçadinhos para a sua conexão Wi-Fi para fazer seus vizinhos darem risada ou apenas espantá-los de tentarem se conectar a sua internet? É melhor tomar cuidado da próxima vez que for batizar uma conexão. Na França, um jovem de 18 anos terá que passar três meses de prisão por isso.

Tudo aconteceu porque o rapaz, que não foi identificado, resolveu mudar o nome de sua conexão para “Daesh 21”. O termo é um acrônimo árabe que refere-se à “Estado Islâmico”, enquanto 21 é o número que identifica a província onde o rapaz mora. Seria algo como usar “11”, para referir-se a São Paulo, por exemplo.

publicidade

Com isso, segundo informações da imprensa francesa, o jovem foi enquadrado no artigo 421-2-5 que torna crime a ação de “provocar atos de terrorismo ou incentivar publicamente algum ato”. A norma prevê pena de até 5 anos de cadeira e multa de US$ 83 mil (R$ 265 mil). Como o rapaz usou a internet, as penas podem subir para 7 anos e US$ 111 mil (cerca de US$ 354 mil).

Além disso, a polícia também confiscou os equipamentos eletrônicos do jovem para auxílio nas investigações, como computador e smartphone. As investigações mostraram que o jovem não tem qualquer ligação com o grupo terrorista e que tudo não se passou de uma brincadeira de mau gosto.  

A acusação ofereceu um acordo em que o jovem admitisse o crime e passasse 100 horas prestando serviços comunitários, o que não foi aceito pela defesa. Com isso, o jovem foi sentenciado a pena de três meses de prisão que atualmente está suspensa para que o rapaz termine seus estudos. A rede Wi-Fi, é claro, foi renomeada para “Roudoudou 21”.

A França vive em estado de alerta desde os ataques do califado terrorista contra o país e que deixaram centenas de mortos nos últimos anos. 

publicidade

Via The Register