Recentemente, o mercado de celulares encontrou uma solução alternativa para as baterias. Enquanto ainda não é possível fazer um smartphone ter bom desempenho e aguentar semanas inteiras de uso, pelo menos a tecnologia de recarga está avançando, permitindo repor a energia do aparelho mais rapidamente – o que posibilita ter várias horas de uso após poucos minutos conectado a uma tomada.

No entanto, resta uma dúvida: esta recarga rápida pode fazer mal para o seu celular no longo prazo? E a resposta é um insosso “depende”, já que isso vai realmente depender da forma que você usa e de como funciona o seu carregador.

publicidade

O principal fator é que essas tecnologias normalmente acabam esquentando o celular, e o calor é um veneno para a bateria e vai afetar a sua durabilidade. Se o carregador faz o smartphone esquentar, isso provavelmente reduzirá a capacidade da bateria em pouco tempo. Além disso, também não é recomendável colocar o celular para carregar quando ele está quente.

Isso dito, baterias têm ciclos de recarga limitados, infelizmente. O recurso de recarga rápida pode ser um incentivo a se levar a bateria do 0% ao 100%, porque isso é muito mais veloz; mas a técnica não é recomendável. Se os ciclos são limitados, meio ciclo de recarga é sempre melhor do que um completo, então carregar o aparelho do 0% ao 100% acaba sendo o pior dos cenários para a longevidade da sua bateria. O ideal é sempre manter o nível entre 40% e 60%.

No entanto, a menos que você planeje passar muitos anos com seu celular, o impacto não deve ser sentido. A média de uso de um smartphone é de cerca de três anos, e é difícil estragar totalmente uma bateria nesse tempo. E, para ser bem honesto, após tal período é provável que a bateria já esteja estragada naturalmente, mesmo com recargas lentas.

Só fique atento sobre a qualidade do seu carregador. Os carregadores das grandes marcas, feitos seguindo as devidas especificações, são projetados para se manterem dentro do limite de tensão e corrente que uma bateria pode receber, de modo que não haja sobrecarga com a checagem constante dessas restrições. Se você pegar um carregador falso só porque ele é barato, um que não tenha essas ferramentas de controle, é muito possível que você esteja danificando a bateria do seu celular. Pior que isso, este tipo de ação é o que costuma causar explosões de celulares.