A IBM realizou um evento na última quarta-feira, 15, para inaugurar o Garagem 11.57. Trata-se de um espaço didático onde as empresas poderão contar com o auxílio de especialistas em TI da IBM para colocar em prática alguma ideia ou projeto inovador que envolva o uso de computação cognitiva, Internet das Coisas e blockchain.

Localizado na própria sede da empresa em São Paulo, o espaço é adaptável e garante que os interessados possam contar com todo o auxílio da IBM no desenvolvimento de seus projetos. A ideia é oferecer e facilitar o acesso às ferramentas de desenvolvimento técnico para agilizar o processo de tirar uma ideia do papel e colocá-la em prática.

publicidade

Reprodução

Com isso, as empresas interessadas poderão seguir o planejamento criado pela IBM. Antes de tudo, o interessado tem uma conversa com a empresa e realiza o processo de design thinking. Nessa parte, os especialistas analisam se a ideia do cliente é rentável e qual a melhor forma de ajudá-lo a colocá-la em prática.

Depois disso, então, começa a experiência do Garagem, que consiste em criar e testar os conceitos em uma escala menor para, se der certo, aplicá-los em grande escala. Com isso, caso o projeto precise de alterações, o cliente não sai prejudicado. Não é necessário apostar todas as fichas na ideia de uma só vez.

Reprodução

“Vamos oferecer um espaço aos nossos clientes e parceiros que atenda à aceleração e expansão de projetos de transformação digital”, explica Mauro D’Angelo, diretor de soluções de indústria da companhia.

Assim, a empresa que contratar os serviços do Garagem – que, segundo a IBM, não visa o lucro, mas o desenvolvimento das empresas brasileiras – poderá contar não apenas com o auxílio na construção de aplicativos nativos da nuvem, mas com ajuda também no desenvolvimento e no design das aplicações para dispositivos móveis.

Reprodução