EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O Papa Francisco pediu que as pessoas leiam a Bíblia com a mesma dedicação que dispensam a seus smartphones. Em um discurso realizado no último domingo, 5, na praça São Pedro, o Papa fez a comparação, classificada por ele mesmo como “paradoxal”.

“O que aconteceria se tratássemos a Bíblia como fazemos com nossos celulares? Se nós voltássemos para recuperá-la quando a esquecêssemos, se a carregássemos sempre, mesmo com uma pequena versão de bolso, se lêssemos as mensagens de Deus na Bíblia como se estivéssemos lendo mensagens no celular?”

publicidade

O Papa, que costuma posar para selfies com os fieis, possui mais de 23 milhões de seguidores no Twitter e é um entusiasta da tecnologia. No ano passado, ele afirmou que a internet, as redes sociais e as mensagens de texto eram “um dom de Deus”, desde que usadas com sabedoria. “Não é a tecnologia que determina se a comunicação é ou não autêntica, mas sim o coração humano e nossa capacidade de usar sabiamente os meios à nossa disposição”, declarou na época.

Via Yahoo