EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Você já teve curiosidade de conferir os bots que o Facebook anda recomendando aos usuários do Messenger? Pois saiba que uma passadinha por lá pode acabar equivalendo a uma visitinha a um site de conteúdo adulto.

Foi o que descobriu Shane Gau, fundador da desenvolvedora de bots Qwazou. Por estar inserido na área, ele costuma acessar sempre a seção do Messenger, e há cerca de um mês começou a notar que ela havia sido invadida por bots com sugestões pornográficas.

publicidade

Em meio aos robôs de gente como ABC News, era possível ver um “Aisha Khan”, “Naveira Rana” ou “Ghulam Fatima”, por exemplo. Puxar conversa com um desses poderia fazer com que o usuário acabasse recebendo um vídeo com conteúdo adulto, mas o VentureBeat percebeu que a maioria deles parece ter sido criada com intuito de enganar o internauta e levá-lo a um site de marketing.

Reprodução

“Minha maior irritação é que minha filha de 14 anos recebeu pornografia depois de estar apenas olhando os bots recomendados pelo Facebook, o que eu entendia ser seguro”, comentou o executivo ao mesmo VentureBeat.

O Facebook emitiu um comunicado afirmando que o problema é resultado da forma como seus algoritmos de recomendação se comportam. Os que aparecem na seção “são mostrados por uma combinação de algoritmos que detectam os [bots] que apresentem maior engajamento, junto com alguma curadoria da nossa equipe”, explicou a empresa, que diz ter tirado os bots falsos do ar.

publicidade

[VentureBeat]