EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Uma parceria entre a Pinacoteca de São Paulo e a IBM Brasil vai tornar as visitas ao museu mais interativas e personalizadas.

O projeto “A Voz da Arte” usa o Watson e um assistente cognitivo que responde perguntas sobre sete obras do acervo do local: Mestiço, de Cândido Portinari (1934); Saudade, de Almeida Junior (1899); Ventania, de Antonio Parreiras (1888); São Paulo, de Tarsila do Amaral (1924); O Porco, de Nelson Leirner (1967); Bananal, de Lasar Segall (1927); e Lindonéia, a Gioconda do subúrbio, de Rubens Gerchman (1966).

publicidade

Assim que chegar, o visitante vai receber um smartphone com fones de ouvido e o app do projeto. Ao andar pelo museu, ele receberá notificações quando estiver perto das obras interativas e será estimulado a fazer perguntas sobre a obra mais próxima. As perguntas e respostas são feitas por voz e em português, mas deficientes auditivos podem participar via chat.

A visita guiada será aberta ao público a partir da próxima quarta-feira, 5.

Saiba mais: 

publicidade