Notícias

Rússia está desenvolvendo um ‘exterminador do futuro’

18/04/17 20h09, atualizada em 18/04/17 20h23

Dmitry Rogozin, vice-primeiro ministro da Rússia, assustou algumas pessoas ao publicar no Twitter um vídeo mostrando recentes testes feito com o Fedor (Final Experimental Demonstration Object Research), um robô humanoide desenvolvido pelo exército russo.

Nas imagens, o robô aparece segurando duas pistolas ao mesmo tempo e acertando alvos com precisão e alta velocidade. O vídeo imediatamente traz à lembrança o filme “O Exterminador do Futuro”, em que robôs assassinos são soldados numa guerra entre humanos e máquinas.

O Fedor não só atira bem como também é equipado com um sistema de inteligência artificial, o que torna toda a história ainda mais assustadora e familiar aos fãs de ficção científica. Contudo, Rogozin garantiu no Facebook que o protótipo não foi criado apenas para matar.

“Nós não estamos criando um exterminador do futuro, mas uma inteligência artificial que será de grande ajuda prática para diversos campos”, disse o vice-premiê. De fato, o exército russo já divulgou outros vídeos mostrando a destreza do Fedor em atividades não-bélicas, como rosquear uma lâmpada e dirigir um carro.

Na verdade, o Fedor sequer é um projeto inteiramente novo. A primeira vez que o robô apareceu publicamente foi em 2016, quando foi anunciado pela Rússia como um futuro astronauta. O plano era enviar o androide para a Estação Espacial Internacional até 2021, para que ele pudesse ajudar os astronautas na órbita da Terra a executar reparos na plataforma espacial.

Mas, a julgar pelos comentários recentes do vice-premiê nas redes sociais e pelo vídeo publicado no Twitter, tudo indica que o governo russo viu no Fedor potencial para uso em outras áreas além da ciência – começando pela especialidade da raça humana, que é a guerra.

[Digital Trends]

Deixe sua opinião
Sugeridos pra você
Tags