EnglishPortugueseSpanish

A Apple oferece aos seus usuários 5 GB de armazenamento no iCloud. Com esse espaço, a pessoa é capaz de fazer backup do iPhone ou outros dispositivos da empresa e salvar arquivos como em um serviço de armazenamento em nuvem.

Porém, se o usuário exceder o limite de 5GB, precisa pagar entre US$ 0,99 e US$ 19,99 por mês para aumentar o espaço de armazenamento entre 50 GB e 2 TB. Veja quais são as alternativas para quem quer manter os arquivos salvos e não precisar pagar por mais espaço:

publicidade
  1. Escolha o que salvar
    No iCloud (Ajustes > Apple ID > iCloud), é possível escolher o que será salvo. O ideal é manter ativo somente os recursos que não são possíveis de recuperar, como contatos, informações de calendário e lembretes, e os indispensáveis, que é o caso do WhatsApp, que precisa estar ativo para recuperar as conversar no aplicativo, e do Buscar iPhone, que mostra as informações de localização do dispositivo. Os demais serviços, como e-mail e aplicativos, que podem ter os dados acessados através de conta, não precisam estar salvos na nuvem ou no backup.

    Reprodução

  2. Fotos
    As fotos do celular também podem ser salvas no iCloud. No entanto, pare evitar usar muito espaço de armazenamento, as fotos podem ser armazenadas em qualquer outro serviço de nuvem. O mais recomendado, neste caso, é o Google Fotos, pois ele salva automaticamente as imagens do álbum no aplicativo.
     
  3. iTunes
    Uma outra forma de liberar espaço do iCloud é fazer o backup através do iTunes. Basta conectar o celular no computador, abri o iTunes e, em “Backup”, clique em “Este computador” – você pode ativar a opção “Criptografar backup do iPhone” caso deseje salvar os dados de Saúde e Atividade. Depois, é só clicar em “Fazer backup agora”. 

    Reprodução