A Nintendo está usando os seus direitos autorais sobre “Super Mario 64” contra várias contas pertencentes a um conhecido pirata do jogo.

Conforme relata o Kotaku, Kaze Emanuar, que vem desenvolvendo mods e hacks para o “Super Mario 64” há anos, disse que recebeu uma série de e-mails no início desta semana informando que o Patreon havia removido sua conta e que o YouTube havia retirado muitos de seus vídeos.

publicidade

Segundo o desenvolvedor, os vídeos foram excluídos por conter conteúdos audiovisuais com direitos autorais. O uso da música do “Super Mario 64” foi a justificativa para tirar o conteúdo do ar.

Na semana passada, Emanuar recebeu uma grande atenção graças ao lançamento do “Super Mario 64 Online”, um hack elaborado do jogo de 1996 que permite que até 24 pessoas saltem e atravessem o Mushroom Kingdom juntos. Antes da exclusão, jogo já tinha acumulado mais de 1 milhão de visualizações.

O desenvolvedor suspeita que a reivindicação de direitos autorais da Nintendo possa estar ligada ao lançamento de “Super Mario Odyssey”, que estará disponível para Switch no final de outubro, mas a popularidade do “Super Mario 64 Online” pode ser a principal culpada.