EnglishPortugueseSpanish

O Google divulgou na quinta-feira, 28, seu relatório semestral de transparência com dados sobre pedidos governamentais por informações privadas de usuários. O primeiro semestre de 2017 bateu recorde e foi o com mais pedidos feitos desde que o Google começou a divulgar o relatório.

Os números incluem pedidos feitos por agências governamentais, tribunais e partes em processos civis. O Google defende a divulgação do relatório de transparência como forma de esclarecer como ações governamentais podem afetar usuários e o fluxo de informações na internet.

publicidade

Entre 1 de janeiro de 30 de junho, o Google recebeu 48.941 pedidos de dados para 83.345 contas diferentes de governos espalhados pelo mundo. A empresa atendeu 65% dos pedidos.

No Brasil, as solicitações também aumentaram, mas o Google já foi muito mais acionado pelas autoridades brasileiras do que atualmente. No primeiro semestre de 2017, a empresa recebeu 1.046 pedidos de dados de 3.131 usuários brasileiros, tendo atendido 59% dessas solicitações.

O número é superior ao do semestre anterior – na segunda metade, foram 1.011 pedidos de 2.449 contas -, mas está longe do recorde registrado pela empresa. Entre julho e dezembro de 2009, a companhia recebeu 3.663 pedidos de divulgação de dados de usuários.