Os moradores do Havaí passaram por um susto na manhã do último sábado, 13. Conforme relata o Digital Trends, a Agência de Gerenciamento de Emergência do estado norte-americano emitiu uma mensagem alertando sobre um ataque iminente com mísseis.

No entanto, a mensagem, que dizia “ameaça de míssil balístico entrando no Havaí. Procure um abrigo imediatamente. Isto não é uma simulação”, não passou de um erro. O alerta foi enviado através de um sistema de segurança pública que permite que o governo envie mensagens de texto para dispositivos moveis que estejam dentro de uma determinada região. 

publicidade

Esse sistema só pode ser usado em três ocasiões: alertas emitidos pelo presidente dos Estados Unidos, alertas envolvendo ameaças iminentes à segurança ou à vida e alertas Amber, que estão ligados ao sequestro de crianças. Além disso, as mensagens possuem uma vibração especifica ou um alto ruído para alertar a pessoa.

Segundo o governo local, o erro aparentemente foi humano e assim que foi identificado que não havia perigo, os líderes políticos usaram as redes sociais para informar que o alerta era falso – uma vez que o site da Agência de Gerenciamento de Emergência saiu do ar devido à alta demanda por mais informação.

A FCC (sigla em inglês para Comissão Federal de Comunicações) afirmou que está investigando o caso.