No ano passado, a Apple inaugurou o seu novo campus em Cupertino. O prédio, que tem o formato de uma nave espacial e foi projetado pelo arquiteto Norman Foster, foi planejado para abrigar 13 mil funcionários e custou mais de US$ 5 bilhões para ser construído.

No entanto, nem todos estão satisfeitos com o prédio. Conforme relata a Bloomberg, alguns funcionários da companhia andaram se acidentando dentro da nova sede. O motivo: paredes de vidro.

publicidade

Além da estrutura externa do edifício ser de vidro, as paredes internas que separam os ambientes também são — o objetivo da Apple era promover a integração das equipes — e isso, em uma empresa na qual as pessoas andam olhando para o celular ou computador, está gerando diversas colisões nos vidros.

Alguns empregados chegaram até a pregar Post-Its nas portas de vidro para alertar as pessoas mais distraídas, mas os papéis foram removidos porque prejudicam o design do prédio. Não está claro quantos acidentes deste tipo já foram registrados e a empresa se recusou a comentar sobre o caso.

Esta não é a primeira vez que o design escolhido pela Apple causa problemas. No final de 2011, uma idosa de 83 anos bateu em uma parede de vidro de uma loja da Apple em Nova York e quebrou o nariz. A empresa foi processada por não alertar os consumidores sobre o perigo, mas a questão acabou sendo resolvida sem qualquer custo para a companhia.