EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Microsoft quer usar a inteligência artificial para aprimorar as atualizações do Windows 10. Em um post em seu blog oficial, a empresa disse que trabalha para fazer com que o aprendizado de máquina identifique quais máquinas devem receber primeiro novas versões do sistema operacional, e quais podem ficar para mais tarde.

A tecnologia da Microsoft identifica quais computadores devem ter boa experiência de uso com uma atualização do Windows 10, e direciona o update inicialmente para essas máquinas.

publicidade

Quando a inteligência artificial estima que um computador pode sofrer problemas com a atualização, ela deixa a máquina de lado no update. A Microsoft então espera por uma versão mais confiável da atualização para disponibilizá-la para esses computadores.

A Microsoft iniciou um teste da tecnologia com a atualização Fall Creators Update do Windows 10, lançada no ano passado. Os resultados iniciais foram animadores: a empresa diz que está “vendo números de satisfação maiores, menos problemas registrados, e volume menor de ligações de suporte em relação a outras atualizações do Windows 10”.

Aos poucos, a empresa pretende ampliar o uso da tecnologia, e mais computadores fizeram parte do teste na atualização de abril. De acordo com a Microsoft, o uso da inteligência artificial permitiu que 250 milhões de dispositivos recebessem a atualização em menos tempo do que com a Fall Creators Update.

publicidade