EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Samsung planeja desenvolver suas próprias unidades gráficas (GPUs) para os chips de seus smartphones – ou ao menos é isso que indicam algumas vagas de emprego encontradas pelo site Winfuture. O plano é criar uma “GPU customizada”, toda baseada em uma arquitetura e um desenho da própria empresa sul-coreana, para não depender mais de parceiros.

Hoje, a Samsung consegue fazer algo parecido com as CPUs de seus processadores Exynos. Os chips do Galaxy S9 ainda contam com quatro núcleos de 1,9 GHz baseados na microarquitetura Cortex-A55, da ARM, mas eles são mais usados em atividades que demandam menos poder de fogo. Para as mais exigentes, o smartphone já aciona os quatro núcleos Exynos M3 de 2,9 GHz desenvolvidos pela própria fabricante sul-coreana.

publicidade

O caso da GPus é diferente. A empresa usa unidades de microarquitetura Mali, também da ARM, desde o Galaxy SII, o que gerou uma certa dependência do parceiro – que também já forneceu as unidades gráficas para os processadores Kirin, da Huawei, e Helio, da Mediatek.

Segundo o Winfuture, o plano da Samsung é começar com GPUs para smartphones e tablets mais baratos. As linhas não foram especificadas, mas é de se imaginar que elas entrem nos modelos J, que usam núcleos Mali levemente modificados. Os designs da ARM, pelo menos por ora, continuarão sendo usados nos SoCs de seus aparelhos mais topo de linha, o que leva a crer que ainda veremos núcleos Mali nos futuros Galaxys S e Note.

No ano passado, foi a Apple quem anunciou seus planos de desenvolver suas próprias unidades gráficas, largando de vez as PowerVR usadas nos iPhones. A GPU proprietária de três núcleos estreou nos SoCs A11 Bionic, usados nos iPhones 8, 8 Plus e X.

publicidade