EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Grupos do Facebook estão sendo usados para distribuição de conteúdo pirateado, e a rede social não vai fazer nada enquanto detentores de direitos autorais não pedirem a remoção do conteúdo.

Uma reportagem do Business Insider mostrou como funcionam grupos de troca de conteúdo protegido por direitos autorais. Apesar da pirataria não ser novidade na internet, a falta de preocupação dessas comunidades em ao menos esconder o fim ilegal das comunidades impressiona.

publicidade

Grupos são criados com nomes bastante diretos – “Filmes completos gratuitos”, por exemplo – e não exigem convite para aceitar novos membros, podendo ser acessados por qualquer usuário da rede social. Dentro deles, usuários compartilham links para download de filmes não apenas em serviços de armazenamento online, mas também pelo próprio Facebook.

O Facebook disse que não fará nada em relação a isso. Ao Business Insider, a empresa afirmou que só vai agir caso os detentores dos direitos autorais entrem com pedido de remoção de conteúdo. A rede social conta com uma ferramenta para evitar que conteúdo protegido por copyright seja compartilhado entre usuários, e só exclui conteúdo após receber uma solicitação por parte dos responsáveis pelos direitos autorais.