EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O Google levou uma multa bilionária da União Europeia por possíveis “práticas anticompetitivas” no Android. Os legisladores do velho continente acusam a gigante de buscas de forçar usuários e fabricantes a usar os seus aplicativos. A acusação gira especialmente na imposição do Chrome e do buscador, que devem ser pré-instalados para que o aparelho possa ter acesso à importantíssima Play Store. A empresa, contudo, afirma que vai recorrer contra a decisão e que o usuário tem acesso a programas alternativos.

Apesar das alegações do Google, encontrar alternativas para os aplicativos da empresa não é uma tarefa muito simples para um usuário comum. Além disso, a maior parte dos programas podem apenas ser desativada ao invés de ser excluída. Para te ajudar, o Olhar Digital reuniu um compilado com dicas para você substituir os apps do Google no seu Android.

publicidade

Como remover os aplicativos do Google

Na carta publicada pelo CEO Sundar Pichai, o Google afirma que é muito fácil desinstalar um aplicativo nativo da empresa no Android. No blog, a empresa mostra até um GIF no qual o Chrome é removido e substituído pelo Opera Mini em 30 segundos. Entretanto, a simples remoção de um programa nativo da tela inicial não significa que o mesmo foi apagado da memória do celular. Pelo contrário, alguns serviços da empresa sequer podem ser desinstalados por vias tradicionais, acessíveis a um usuário leigo.

Na maior parte dos casos, os aplicativos do Google podem apenas ser desativados. Isso significa que o programa não ficará disponível para uso e nem receberá atualizações, mas continuará ocupando espaço no armazenamento do aparelho, ainda que não consuma mais recursos de processamento e memória. No entanto, há alguns programas, muito deles que exigem root, capazes de remover esses programas da memória. Confira as alternativas:

1 – Como desativar um app do Google

1. Acesse as configurações do seu celular e escolha a opção “aplicativos” ou equivalente;

publicidade

Reprodução2. Selecione “Ver todos os apps” ou “Lista de aplicações” para visualizar todos os programas instalados;

3. Na lista, selecione os programas do Google que você não deseja utilizar;

Reprodução4. Na tela de detalhes, toque em “Desativar”;

5. Confirme a desativação na caixa de diálogo;

Pronto! Agora você já sabe como desativar um aplicativo do Google. Lembre-se que este é o método mais fácil e seguro de fazer esse procedimento, uma vez que o programa poderá ser facilmente utilizado caso o usuário mude de ideia.

2 – Como remover os aplicativos nativos

Se desativar um aplicativo do Google não for o suficiente, o usuário pode optar pela remoção dos programas. Nesse caso, há duas alternativas: fazê-lo com programas que exigem root (acesso especial às pastas do sistema) ou fazê-lo via ADB com o uso de um programa no computador. Caso você opte pela segunda opção, é possível baixar o debloater no site da comunidade XDA Developers.

Já se você estiver disposto a fazer root no seu celular, uma boa alternativa pode ser a instalação do aplicativo Titanium Backup Root. Após baixar o programa, será necessário dar acesso ao super usuário do sistema. Feito isso, o usuário poderá remover completamente os programas usando o próprio smartphone. Entretanto, é preciso muito cuidado antes de tomar essa decisão.

Confira aplicativos alternativos para o Android

SMS: O Android Messages é um serviço oferecido pelo próprio Google e que ganhou recentemente uma versão para Web. Se você prefere manter as suas mensagens de texto longe do Google, uma boa alternativa é o aplicativo Signal (Play Store / APK Mirror), que oferece critptografia avançada e reforço de segurança. Há ainda o QKSMS (Play Store / APK Mirror), que tem código aberto.

Discador: Outro aplicativo nativo do Google, ou da sua fabricante, é o app de discagem. A melhor alternativa para fazer chamadas é o Truecaller, que traz ainda a função de identificação de ligação, o que pode ser muito útil para evitar SPAM. O Truecaller (Play Store / APK Mirror), aliás, também pode fazer a identificação para SMS;

Google Documentos/Apresentações/Planilhas: O Google inclui aplicativos de produtividade no Android, mas há diversos outros disponíveis na Play Store ou em outras lojas. O mais famoso dele é o Word (Play Store / APK Mirror), Excel (Play Store / APK Mirror) e PowerPoint (Play Store / APK Mirror), da Microsoft. Há ainda o Polaris Office (Play Store / APK Mirror), que oferece ferramentas totalmente gratuitas.

Google Agenda/Gmail: Caso você não use os serviços de e-mail do Google e nem use uma conta da empresa para organizar seus compromissos, há diversos clientes alternativos disponíveis. Um aplicativo que reúne as duas funções é o Outlook (Play Store / APK Mirror), que pode ser usado com múltiplos serviços e não só os da Microsoft. Há ainda o Blue Mail (Play Store / APK Mirror) e o Business Calendar (Play Store).

ReproduçãoGoogle Photos: O Google também inclui um aplicativo com backup de fotos gratuitamente no Android. Entretanto, é possível substitui-lo pelo QuickPic (Play Store/ APK Mirror), que é leve, possui um editor de imagens interno e ainda suporta diversos formatos de arquivos;

Google Drive: O serviço de armazenamento em nuvem do Google é outro que vem embutido no Android e não pode ser desinstalado. No lugar, o usuário pode usar o OneDrive (Play Store / APK Mirror), o Dropbox (Play Store / APK Mirror) e o Box (Play Store / APK Mirror).

Google Chrome: Caso queira trocar o navegador nativo do Google, há diversas opções disponíveis. As melhores opções são o Firefox (Play Store/ APK Mirror), o Opera Mini (Play Store / APK Mirror) e o Brave Browser (Play Store / APK Mirror);

Google Maps: O serviço de mapas do Google pode ser substituído pelo Here WeGo (Play Store / APK Pure), criado originalmente pela Nokia. O programa permite que o usuário faça o download de mapas para usar offline e conta também com informações de transporte público. Nesse último quesito, aliás, o Traffi (Play Store) pode ser uma boa opção;

Gboard: O teclado do Google é famoso por seus recursos extras, como GIFs e download de adesivos. É possível substituí-lo pelo SwitfKey (Play Store / APK Mirror), que também possui diversos recursos extras, ou pelo Fleksy (Play Store / APK Mirror);

Play Music: Uma boa alternativa para o player de música do Android é o MediaMokey (Play Store / APK Mirror). No entanto, com a popularização de serviços de streaming como o Spotify (Play Store / APK Mirror) e o Apple Music (Play Store / APK Mirror), esse tipo de aplicativo tem se tornado cada vez mais desnecessário;

Play Filmes: O serviço de aluguel de filmes do Google pode ser substituído pelo YouTube, também do Google, ou pelo brasileiro Looke (Play Store / APK Mirror). Além disso, há sempre a opção de usar serviços de streaming como o Netflix (Play Store / APK Mirror) e o Amazon Prime Video (Play Store / APK Mirror).

ReproduçãoGoogle (Buscador): Se não quiser usar a pesquisa do Google e nem recursos como o Assistente, há algumas alternativas. Para quem foca em privacidade, o DuckDuckGo (Play Store / APK Mirror) é o melhor deles. Há ainda o Bing (Play Store / APK Mirror), que é um buscador da Microsoft;

Play Store: Este é um é um terreno mais espinhoso. Afinal, a Play Store é a loja de aplicativos mais confiável do mundo e as chances de pegar vírus lá são menores. No entanto, o usuário pode usar repositórios alternativos, como o confiável APK Mirror e a Amazon App Store. Lembre-se de autorizar a instalação de apps de fontes externas/desconhecidas para usar essas lojas. Além disso, não caia na promessa de aplicativos piratas, que podem estar carregados de malware.