EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O Google já faz um investimento considerável em hardware, produzindo a linha de smartphones Pixel, os laptops Pixelbook, o reprodutor de mídia Chromecast e a caixa de som inteligente Google Home. Em breve, a empresa pode começar a vender estes produtos também em pelo menos uma loja física.

Informações do jornal Chicago Tribune dão conta de que a empresa planeja abrir uma loja de dois andares num edifício de 1.300 metros quadrados num distrito comercial próximo à sua sede na cidade. O prédio pertence à imobiliária Newcastle, e seria alugado ao Google para a construção da loja.

publicidade

Oficialmente, porém, nenhuma das partes envolvidas confirma a informação. Não seria a primeira vez que o Google tenta abrir uma loja física para vender hardware. Em 2015, houve planos de inaugurar uma em Nova York, a um quarteirão de distância de uma Apple Store, mas o Google acabou desistindo e repassando o ponto.

Atualmente, é possível encontrar produtos do Google em lojas físicas de varejo e revendedoras. A empresa tem também uma estratégia de lojas “pop-up”, pequenas galerias que ficam abertas apenas por alguns dias em ocasiões especiais em cidades espalhadas pelo mundo, como no lançamento do Pixel 2 em 2017.

A única loja própria da empresa é online, a Google Store, que no Brasil apenas redireciona para revendedoras do Chromecast. Nos Estados Unidos e na Europa, porém, é possível comprar qualquer produto da marca diretamente pelo site, sem intermediários.

publicidade