Depois da Samsung, é a vez da Huawei, empresa chinesa que está prestes a voltar ao Brasil, ser pega tentando usar fotos tiradas com uma DSLR para promover a câmera de um smartphone. O caso se deu no comercial do novo celular Nova 3i, e não foi preciso nem recorrer a dados EXIF para descobrir a troca: uma foto dos bastidores no Instagram revelou a tentativa de fraude.

No comercial, um casal tira diversas selfies com o aparelho, e o suposto resultado é mostrado logo em seguida. É algo que passaria despercebido, não fosse por Sarah Elshamy, a atriz contratada pela Huawei para estrelar o comercial, ter publicado uma foto dos bastidores em sua conta no Instagram. Nela, o ator com quem ela contracena faz a pose para tirar uma foto com a câmera frontal, mas não está segurando nada. Por trás, no entanto, está uma DSLR.

publicidade

A imagem foi tirada do ar rapidamente, mas não sem antes ter sido salva e compartilhada no Reddit e depois pelo Android Police. Confira:

(Foto: Reddit / AbdullahSab3)

O Nova 3i promovido com o anúncio foi lançado neste mês e tem uma câmera frontal dupla, com sensor principal de 24 megapixels e lente com abertura f/2.0. Como quase todo celular oriental, ele também tem um recurso que embeleza as pessoas nas fotos. As selfies triadas com ele, portanto, dificilmente teriam a qualidade de uma DSLR, mas as imagens capturadas com uma câmera profissional também não seriam “melhoradas” com a função de embelezar.

Essa não é a primeira vez que a Huawei é pega tentando fazer publicidade não muito honesta. Como lembra o próprio Android Police, a empresa chinesa chegou a remover as bordas grandes do P8 e do P8max em fotos de anúncios. Além disso, usou fotos tiradas com uma Canon EOS 5D Mark III para promover a câmera do P9.

Tanto o Android Police quanto o Engadget entraram em contato com a empresa para pedir uma resposta, mas ainda não tiveram resposta. De toda a forma, fica a recomendação: desconfie.