O Facebook está desenvolvendo um novo assistente de voz chamado Aloha para seu app principal e para o Messenger. As informações vêm do TechCrunch, que recebeu da pesquisadora de apps Jane Wong um vídeo mostrando um protótipo do recurso em funcionamento.

Menções à ferramenta, que deve suceder o quase-finado assistente M, já aparecem no meio do código-fonte dos aplicativos do Facebook e do Messenger para Android, de acordo com a reportagem. Por meio deles, Wong conseguiu ativar a função “Aloha Voice Testing” e “digitar” usando apenas a voz para ditar as palavras.

publicidade

É algo parecido com o que alguns aplicativos de teclado, como o do próprio Google, oferecem. Mas com um detalhe a mais: o recurso deve funcionar não só dentro dos apps, mas também em um possível hardware do Facebook. Uma captura de tela também divulgada por Wong faz referência a um dispositivo identificado como “Portal”.

Um hardware dedicado

Sobre esse equipamento, não há muitas informações disponíveis, mas relatos relacionado a ele começaram ainda em março deste ano. Sabe-se que a empresa registrou algumas patentes no final de 2016 e adquiriu, em setembro do mesmo ano, a Nascent Objetcs, uma fabricante de equipamentos eletrônicos modulares. O fundador da startup hoje encabeça projetos técnicos na Building 8 do Facebook, uma área da empresa dedicada a hardwares.

Rumores apontavam que o dito Facebook Portal até seria anunciado em maio deste ano durante a F8, conferência da empresa para desenvolvedores. No entanto, diante do caso Cambridge Analytica, a companhia preferiu postergar o lançamento. Ainda assim, juntando todas as peças, é de se imaginar que a rede social ao menos tem a intenção de trabalhar em aparelhos na linha dos alto-falantes inteligentes lançados por Google, Apple, Amazon e Samsung.

A importância da voz

Caso o projeto saia mesmo do papel, os usuários do Facebook podem ganhar mais uma forma de interagir umas com as outras na plataforma. Como ressalta o TechCrunch, um aparelho equipado com uma assistente de voz e ligado à rede social poderia muito bem ser usado para enviar mensagens e comentar em publicações mesmo sem poder digitar.

Entrar no mercado dos alto-falantes inteligentes também seria bem importante em termos financeiros para o Facebook. O ramo está cada vez mais movimentado, com Google e Amazon dominando o segmento, mas com Apple e Samsung também fazendo investimentos pesados. Empresas chinesas também têm forte presença na área, e uma análise da Global Market Insights estima que esse mercado chegue a valer 30 bilhões de dólares até 2024.