EnglishPortugueseSpanish

Engenheiros das universidades japonesas de Keio e Tokyo desenvolveram uma tecnologia interessante para quem acha que precisa de quatro braços para conseguir fazer tudo que precisa no dia a dia. Trata-se de uma mochila robótica, que pode adicionar mais dois braços ao usuário que podem ser controlados remotamente por outra pessoa utilizando alguns controles e um visor de realidade virtual.

Segundo explicou ao site The Verge Yamen Sarajii, designer responsável pelo projeto, a ideia do robô, chamado de Fusion, é incentivar uma “experiência de compartilhamento de corpo”, para incentivar colaboração ou ensino à distância.

publicidade

Os braços robóticos têm diferentes modos de operação. Eles podem se movimentar de forma livre, ou então as mãos podem ser substituídas por pulseiras, para que o braço mecânico controle o braço humano, o que pode ser útil na hora de passar instruções remotamente, ou ensinar alguma atividade.

A ideia do Fusion é dar mais vida à tecnologia de telepresença, removendo os limites da comunicação quando a única coisa que se tem é um iPad mostrando o rosto de outra pessoa. No entanto, a tecnologia ainda tem alguns probleminhas, naturais de quaisquer produtos em fase de protótipo. Entre elas estão o atraso entre a movimentação do usuário remoto e ação do braço mecânico e a visão por meio de uma câmera com uma perspectiva lateral, que leva um tempo para se acostumar.

Como todas as tecnologias em fase de protótipo, também é necessário ver como o desenvolvimento evolui para descobrir mais aplicações úteis. Ainda não há previsão de preço ou data de lançamento.

publicidade