EnglishPortugueseSpanish
publicidade

DJ Koh, CEO da área de mobilidade da Samsung, recentemente afirmou que a empresa começaria a priorizar os celulares intermediários na hora de lançar novos recursos. O primeiro resultado dessa nova estratégia pode ser um aparelho chamado Galaxy P, que deve ser o primeiro aparelho da coreana a vir com leitor de impressão digital sob a tela.

A tecnologia há alguns anos era o “Santo Graal” do mercado. Especulava-se que ela poderia ser a grande marca do iPhone X, quando ficou confirmado que ele abandonaria o botão Home. O recurso também era esperado para os tops de linha da Samsung, mas nada disso se confirmou. A funcionalidade só começou a dar as caras em alguns celulares chineses em 2018.

publicidade

Todos os vazamentos relacionados ao Galaxy P, até o momento, indicam que o aparelho será intermediário, mas deve ser restrito ao mercado chinês. Ele é classificado como um “Original Design Manufacturer”, o que, na prática, significa que a Samsung projetará o aparelho, mas não será responsável pela sua montagem, ao contrário do que acontece com o resto dos seus smartphones.

Não há muitas informações sobre o que esperar do Galaxy P em termos de especificações, mas é possível esperar algumas coisas com base na sua faixa de mercado e no que a Samsung costuma oferecer nesse setor. É possível esperar um processador Exynos, 3 GB ou 4 GB de RAM, uma câmera dupla e um design livre de entalhe na tela.

A expectativa é que o Galaxy P seja apresentado no mês que vem na China. Não há previsão de que ele seja lançado em outros países.

publicidade