EnglishPortugueseSpanish

Pela primeira vez em 55 anos, o Prêmio Nobel de Física foi dado a uma mulher. Donna Strickland é pesquisadora da Universidade de Waterloo, no Canadá, e dividiu a premiação anunciada nesta segunda-feira, 2, com outros dois cientistas.

São eles Arthur Ashkin, que desenvolveu um tipo de laser capaz de mover pequenos objetos; e Gérard Mourou, da École Polytechnique, da França, que, juntamente com Donna, criaram um método para aumentar a extensão de um feixe de laser.

publicidade

Donna e Gérard ficaram com um prêmio no valor de R$ 1 milhão cada, enquanto Ashkin ficou com R$ 4 milhões. A cientista é apenas a terceira mulher a ganhar um prêmio Nobel de física na História.

Antes dela, Maria Goeppert-Mayer venceu em 1963 e Marie Curie ganhou em 1903.