EnglishPortugueseSpanish

Uma das últimas tarefas de Michel Temer na Presidência da República vai ser assinar um decreto para acelerar o desenvolvimento da internet das coisas (IoT) pelo Brasil. De acordo com o Valor, o decreto será assinado hoje, 27, e deve ser publicado amanhã, 28, no Diário Oficial.

O Plano Nacional de Internet das Coisas (IoT.BR) visa direcionar o avanço da tecnologia na infraestrutura do país. Quatro áreas serão priorizadas pelo projeto: saúde, cidades, rural e indústria.

publicidade

A Internet das Coisas tem papel fundamental no futuro da infraestrutura, e é importante que o Brasil já tenha planos definidos para a implementação da tecnologia por aqui. A estimativa do governo é que a Internet das Coisas movimente entre US$ 50 bilhões e US$ 200 bilhões no Brasil até 2025.

Cada uma dessas áreas vai ser beneficiada de maneiras diferentes: o setor industrial e rural devem usar dispositivos sempre conectados para melhorar produtividade, enquanto saúde e cidades vão implementar aparelhos que ajudam a monitorar pacientes assim como trânsito, recursos energéticos e mais.

Com a transição para o novo governo, o Plano Nacional de Internet das Coisas vai passar a ser chefiado pelo astronauta brasileiro Marcos Pontes, que será ministro da ciência e tecnologia durante o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro.