EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Se você é usuário assíduo da Netflix, provavelmente já sabe que saiu nesta sexta-feira, 28, “Black Mirror: Bandersnatch”, um novo capítulo da série que mostra a tecnologia em uma perspectiva sombria. O que muita gente ainda não sabe é que nem todos os dispositivos serão capazes de exibir o novo episódio.

Isso porque o conteúdo em questão é, na verdade, um filme interativo. O espectador define qual o rumo que a história seguirá com algumas decisões que são apresentados em pontos-chave da trama, que podem trazer diferentes finais dependendo das alternativas.

publicidade

Nem todos os dispositivos possuem suporte a esse tipo de interatividade, no entanto. Se você assiste a Netflix por meio de uma Apple TV ou um Chromecast, por exemplo, você não conseguirá reproduzir o episódio porque não é possível enviar os comandos para definir os caminhos que a história seguirá. O problema também vai afetar smart TVs antigas, que não tenham o aplicativo devidamente atualizado.

A Netflix está entrando em contato com usuários que tentam dar o play em “Black Mirror: Bandersnatch” em dispositivos não-suportados explicando o motivo de não conseguirem executarem o conteúdo. A mensagem avisa se o usuário tem outro dispositivo vinculado à sua conta, recomendando que ele tente em outro aparelho.

publicidade

Além disso, ao contrário da maior parte do conteúdo original da Netflix, também não é possível baixar o conteúdo para assistir offline quando você preferir. Será necessário manter uma conexão estável com a internet para assistir.

Assim, se quiser assistir ao novo conteúdo da Netflix, recorra a smart TVs atualizadas, dispositivos iOS ou Android com a última versão do app, consoles de videogame, ou navegadores web. Os dispositivos que suportam a interatividade exigida contam com um símbolo vermelho e branco, como você pode conferir na imagem abaixo.

Reprodução