EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Foi uma semana turbulenta para Google e Facebook, mas agora os problemas parecem ter se resolvido. A Apple decidiu restaurar os certificados corporativos de ambas as empresas, o que permite que os apps internos das duas voltem a funcionar normalmente.

O problema nasceu quando surgiu a denúncia de que o Facebook estava abusando de uma funcionalidade da App Store, que permite que empresas distribuam apps “privados” para uso interno e para testes, para instalar aplicativos espiões em celulares de usuários comuns em troca de dinheiro. Quando isso chegou aos ouvidos da Apple, a empresa decidiu remover o certificado do Facebook, levando funcionários da empresa ao desespero que se tornaram incapaz de acessar os apps experimentais da empresa.

publicidade

Diante dessa situação, o Google decidiu preventivamente abrir o jogo para tentar amenizar a situação. A empresa revelou adotar a mesma prática com um aplicativo chamado Screenwise Meter, distribuído de forma privada para monitorar os usuários que topassem a instalação e pediu desculpas pelo erro. A Apple, no entanto, não poupou o Google pela sinceridade e também puniu a companhia, fazendo com que aplicativos internos da empresa parassem de funcionar.

Os detalhes sobre o acordo entre as empresas para que os certificados fossem restaurados não foi divulgado, então não é possível saber se houve algum tipo de promessa de não repetir o “crime” por parte do Google ou Facebook ou algum outro acerto.

-> Google: história, curiosidades e tudo que você precisa saber sobre a empresa

De qualquer forma, não é surpresa que a punição tenha durado pouco. A própria Apple poderia sair prejudicada, já que Google e Facebook desenvolvem vários dos aplicativos mais populares do iOS, e a perda dos certificados poderia impedir que as empresas testassem versões experimentais de serviços como Instagram, WhatsApp, YouTube e Gmail, o que poderia afetar a chegada de novos recursos às plataformas.

publicidade