EnglishPortugueseSpanish

Lançado semana passada na Índia, o Redmi Note 7 Pro surpreendeu nos testes. O aparelho vem com processador Snapdragon 675, dois Kryo 460 baseados no Cortex-A76 e outros seis Kryo 460 baseados no Cortex-A55. A Xiaomi prometeu que o aparelho é 55% mais rápido que o Redmi Note 5 Pro e o Redmi Note 6 Pro, que usam o Snapdragon 636.

Mesmo sendo considerado um aparelho intermediário, o dispositivo atingiu posições altas nos testes: conseguiu mais de 180 mil pontos levando em conta todas as análises. As avaliações testaram os núcleos únicos e multi-core.

publicidade

Com uma configuração respeitável a um bom preço (aproximadamente R$ 775, em conversão direta), o Redmi Note 7 Pro tem tudo para ser um sucesso. A má notícia é que o smartphone não tem previsão de chegada ao Brasil.

-> Os 5 melhores celulares da Xiaomi que valem a pena importar da China

Xiaomi Redmi Note 7 Pro: ficha técnica

  • Tela: 6,3 polegadas, Full-HD+ (2340 × 1080) LCD;
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 675 (2 GHz)
  • Memória: 4 GB ou 6 GB de RAM
  • Armazenamento: 64 GB ou 128 GB, expansível por microSD de até 256 GB;
  • Câmera traseira dupla:
    • Sensor principal de 48 MP (f/1.79);
    • Sensor de profundidade de 5 MP;
  • Câmera frontal: 13 MP;
  • Bateria: 4.000 mAh;
  • Sistema operacional: Android 9 Pie com MIUI 10

 

Via: Fone Arena

publicidade