EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Amazon anunciou nesta quarta-feira (20/3), uma modernização na versão básica do Kindle. A gigante do comércio eletrônico integrou ao aparelho um recurso há tempos esperado e que já estava presente no restante da sua linha de e-readers: uma luz frontal embutida. No entanto, como nada é de graça, a atualização terá um pequeno custo no bolso do consumidor.

Nos Estados Unidos, o produto passa a custar US$ 90, ou seja, um aumento de US$ 10 em relação ao preço original. Os valores para o Brasil ainda não foram divulgados – mas, a julgar pelas mudanças na terra do tio Sam, o modelo deve custar um pouco mais que os atuais R$ 300. Ele será lançado por aqui apenas no segundo trimestre.

publicidade

Quanto aos recursos, o Kindle básico se mantém muito longe do Paperwhite. Sua tela de 167 ppp (pixels por polegada) guarda ainda uma boa distância para o painel mais nítido e mais claro de 300 ppp do Paperwhite e do Oasis. Além disso, seu display continua não sendo nivelado com a parte frontal, e o dispositivo segue como o único Kindle no catálogo que não é à prova d’água. Além da luz, a Amazon promoveu apenas pequenos ajustes de conforto no manuseio do aparelho.

O modelo atualizado teve a pré-venda liberada hoje na Amazon norte-americana, com entrega prevista para o dia 10 de abril. Caso já possua um Kindle e, ainda assim, queira o upgrade, a Amazon oferece um negócio mais interessante: você envia seu aparelho antigo e recebe um cartão de presente (com valor dependendo da idade do Kindle) e um desconto de 25% no seu novo e-reader.

Fonte: The Verge

publicidade