EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Samsung anunciou a série Galaxy S10 há cerca de um mês e, conforme os aparelhos vão chegando aos novos proprietários, vão surgindo mais informações e dúvidas de usabilidade sobre os dispositivos. Entre essas dúvidas, talvez a mais intrigante delas esteja relacionada ao sensor de proximidade dos Galaxy S10, S10e e S10+. Acontece que, com o objetivo de oferecer mais espaço de tela, a Samsung pode estar confundindo os novos proprietários dos aparelhos, que tomam um recurso por erro. Entenda o porquê disso nas próximas linhas.

Toda vez que realizamos uma chamada com a tela de um dos modelos do Galaxy S10 ativada, o sensor de proximidade dos aparelhos ativa uma luz, do tamanho de um pixel, que pisca logo acima do ícone que mostra a porcentagem da bateria. Como essa não é uma informação fortemente disseminada pela Samsung, ou facilmente encontrada nas análises dos aparelhos, as pessoas que acabam de comprar o um celular da família S10, acreditam se tratar de uma falha, e estão entrando em contato com a assistência técnica da fabricante.

publicidade

Este foi o caso do nosso leitor, Tiago, que entrou em contato através do email do Olhar Digital, pois percebeu o “erro” e, mesmo depois de pedir auxílio através do canal de suporte da Samsung no Brasil, não conseguiu saber se este era um defeito do aparelho ou uma funcionalidade. Aliás, a atendente sugeriu encaminhar o aparelho para a assistência técnica.

Reprodução

Na imagem, acima do ícone de porcentagem, vemos o pequeno pixel piscando durante uma chamada: é só o sensor de proximidade em ação, não se preocupe

Contudo, no próprio site internacional da Samsung, existe uma declaração sobre a questão, afirmando que este não é um erro, é apenas o sensor de proximidade exercendo a sua função. Confira o que diz a fabricante:

publicidade

           “A Tela Infinity O da S10 minimiza as bordas, de modo que o sensor de proximidade está agora localizado na parte superior da tela. Quando o sensor de proximidade está em uso, como quando você está em uma chamada, é possível ver uma pequena luz piscando perto da parte superior da tela.

            Aplicativos de comunicação, como o Hangouts e o WhatsApp, também podem ativar o sensor de proximidade e fazer com que a luz piscando apareça.”

O canal Tech Guy Charlie, expôs a questão há alguns dias e, através da seção de comentários do vídeo, já deu para perceber que o nosso Tiago não está sozinho neste barco.

De acordo com o gerente sênior de produto da Samsung, Renato Citrini, nos foi dada a seguinte explicação: “Para que pudéssemos trazer esse design inovador, sem aquele recorte abrupto, que não é harmonioso, nós tivemos que trazer algumas coisas para baixo da tela. Uma delas foi o leitor de impressão digital ultrassônico, a outra o sensor de proximidade.”

Citrini também nos enviou um vídeo mostrando como o sensor de proximidade funciona:

No vídeo, percebemos claramente que, pelo fato da tela do Galaxy S10 ser bastante otimizada, a empresa colocou o sensor por debaixo do display. Desta forma, quando realizamos chamadas ou reproduzimos um áudio do WhatsApp, por exemplo, ações que acionam este sensor, uma pequena luz branca irá piscar na barra de status do aparelho.

É claro que com a chegada de novas tecnologias, como as telas que ocupam praticamente toda a parte frontal do aparelho, é normal que muitas pessoas precisem se adaptar a certas novidades. Contudo, não custava nada a Samsung, pelo menos, informar os seus atendentes de suporte sobre este tipo de detalhe. Este tipo de reclamação me faz perceber que, mais uma vez, a empresa pode estar pecando no pós-venda.

Em meados de março, muitos usuários reclamaram do funcionamento do sensor de proximidade através do canal Reddit. Porém, a questão está relacionada ao fato do aparelho ativar a tela o tempo todo enquanto permanece no bolso dos usuários. Isso acaba fazendo com que o consumo da bateria seja mais alto e, caso nenhuma forma segura de desbloqueio tenha sido configurada previamente, o aparelho pode até realizar chamadas acidentais.

E aí, o que você achou desta solução da Samsung para o sensor de proximidade do Galaxy S10?


Agradecimento: Tiago TM