A startup Movo, da espanhola Cabify, anunciou ter recebido um investimento de 22 virgula 5 milhões de dólares, que será usado para expansão do serviço de patinetes elétricos na América Latina. A companhia planeja trazer o serviço para o Brasil já no segundo semestre deste ano. Com isso, passará a fazer parte do disputado mercado de micromobilidade, formado por serviços que permitem alugar bikes, skooters e patinetes elétricos por meio de aplicativos. Em São Paulo, onde os patinetes se tornaram febre, 11 empresas pediram autorização para a Prefeitura para oferecer o serviço na cidade. A empresa que lidera o mercado na capital paulista é a Grow, formada pela Yellow e Grin, especializadas em patinetes. A Uber já confirmou que passará a disputar esse segmento no país em breve, a partir de sua startup Jump.

publicidade