EnglishPortugueseSpanish

O principal fabricante de trens da China lançou um protótipo deste tipo de veículo que usa levitação magnética regular, também conhecido como maglev e consegue transportar passageiros a velocidades de até 600 km/h. Desenvolvido pela estatal chinesa Railway Rolling Stock Corporation (CRRC), o trem entrará em um período de testes antes que seja produzido escala comercial, em 2021.

Caso ganhe as ruas (ou os trilhos) da China, este trem permitirá que o transporte de passageiros entre Pequim e Xangai possa ser feito em apenas três horas e meia. Para efeito de comparação, um avião leva quatro horas e meia para fazer o mesmo percurso. 

publicidade

O trem será capaz de atingir essas velocidades graças ao maglev, uma tecnologia que o faz viajar a partir de uma espécie de almofada de ar, magneticamente motorizada, em vez de usar rodas que ficam em constante atrito com os trilhos. A China já possui um serviço comercial dotado do maglev e que já é bastante rápido: um trem que chega a 431km/h em sua jornada de 30 km entre o aeroporto de Xangai e o centro da cidade.

O protótipo deste projeto foi anunciado pela primeira vez em 2015, mas não é o único a apresentar velocidades acima da média. No mesmo ano de seu anúncio, o Japão registrou um recorde mundial de velocidade com um trem maglev, que atingiu 505 km/h em uma ferrovia experimental, que liga Tóquio a Nagoya.  

Via: The Verge