Mais um veículo da Tesla entrou em combustão esponstânea. Dessa vez, o Model S estava carregando em uma estação Supercharger, na Bélgica. Não houve feridos, mas o carro e a estação de carga ficaram carbonizados.

Por se tratar de um carro elétrico, é interessante saber como extinguir o fogo nesses casos. De acordo com o jornal belga HLN, o corpo de bombeiros afundou o Model S em um tanque de água e deixou-o lá durante a noite, para evitar que o veículo voltasse ao estado de combustão.

publicidade

O HLN ainda comenta que, quando o dono do carro voltou para pegar o automóvel, “seu Tesla e a Supercharger estavam em chamas. Possivelmente, houve um problema técnico no processo de carregamento”.

Reprodução

Essa não é a primeira vez que um Tesla entra em combustão. Isso já aconteceu na China, também com um Model S. Fora isso, a empresa de Elon Musk está sendo processada por defeito de fabricação nas rodas por Mena Massoud, protagonista de “Alladin”, e por falha no piloto automático, depois da morte de um engenheiro da Apple.

A empresa ainda não divulgou nenhum comunicado sobre o ocorrido. Apesar disso, já lançou uma atualização do software da bateria depois das notícias sobre as explosões.

Via: BGR