Os nova-iorquinos não poderão mais usar seus lança-chamas para se divertir. O Senado Estadual americano recentemente aprovou um projeto que proíbe a posse desses objetos para fins recreativos.

Isso porque Elon Musk, CEO da Tesla e fundador da The Boring Company, criou e começou a vender seus Not-A-Flamethrowers (na tradução seria Não-Lança-Chamas), em outubro do ano passado. Os legisladores usaram seu produto como exemplo de que deveria ser proibido.

publicidade

Reprodução

O documento limita especificamente qualquer dispositivo que projete a queima de combustível a pelo menos 90º, o que inclui o “brinquedo” da Companhia Boring. O projeto de lei ainda precisa ir para votação na Assembléia Estadual, mas, de qualquer forma, a votação de 48-13 (por que diabos 13 votaram a favor?!?!) no Senado sugere que aprovar a lei não será difícil.

Não é um segredo descobrir por que os políticos de Nova York querem banir dispositivos como o de Musk. Enquanto o aparato não é tecnicamente um lança-chamas (é mais parecido com uma tocha presa a uma arma), ainda assim ele pode ter o efeito de um lança-chamas em algumas ocasiões.

A empresa, inclusive, exigiu que os compradores absolvessem a marca de qualquer uso irresponsável do objeto, incluindo danos a pessoas e propriedades. É verdade que muitas pessoas usaram o Não-Lança-Chamas de forma segura, mas bastaria um pequeno acidente – ou estar nas mãos de um desequilibrado – para que as coisas saíssem terrivelmente errado. 

A medida não terá reflexos financeiros imediatos para a companhia, já que eles encerraram a produção do objeto há algum tempo. No entanto, com certeza não é uma boa notícia para os fãs da “brincadeira”.

Fonte: Engadget