EnglishPortugueseSpanish

Pesquisadores da Universidade de Stanford desenvolveram um “microfone quântico” que pode detectar as menores unidades conhecidas de som – pacotes de energia vibracional chamados de fônons. O dispositivo poderia formar a base para o desenvolvimento de computadores quânticos ainda mais eficientes.

Os fônons eram impossíveis de se medir, isso porque os microfones tradicionais não são sensíveis o suficiente para detectá-los. Um microfone convencional funciona quando uma onda sonora interage com uma membrana, mas os fônons são tão pequenos que não podem ser detectados.

publicidade

Em vez de depender de medidas imprecisas e indiretas dessas ondas sonoras menores, os cientistas construíram um dispositivo que mede a energia dos fônons diretamente, usando ressonadores minúsculos que agem como espelhos para o som.

A capacidade de detectar esses pequenos pacotes de som, poderia permitir que dispositivos que codificam informações usando energia sonora possam armazenar uma quantidade enorme de dados usando pouco espaço.

Um computador quântico que pode detectar fônons pode ser ainda mais compacto e eficiente do que um computador quântico que utiliza fótons ou partículas de luz, já que os fônons são mais fáceis de manipular.

“Neste momento, as pessoas estão usando computadores que reconhecem fótons. Queremos usar fônons, o que traz muito mais vantagens”, disse Amir Safavi-Naeini, professor assistente de física aplicada na Universidade de Stanford, e um dos principais envolvidos no estudo. Ele ainda completa: “Nosso dispositivo é um passo importante para a construção de um computador quântico mais eficiente.”

Via: Engadget