EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Apple confirmou nesta terça-feira, 30, em conferência dos resultados do segundo trimestre de 2019, quando será lançado o Apple Card, seu primeiro cartão de crédito. Interessados poderão começar a solicitá-lo a partir do mês de agosto, como já se esperava.

O novo cartão da Apple,criado em parceria com o banco americano Goldman Sachs e com a bandeira Mastercard, foi anunciado em março, durante evento focado nos serviços da companhia. Por enquanto, o Apple Card poderá ser solicitado apenas nos EUA através do app Wallet, disponíveis nos iPhone que rodem a partir da versão 12.4 do iOS – o sistema operacional móvel da Apple. 

publicidade

O cartão será aceito, como a maioria dos outros, para compras físicas e virtuais. Com o Apple Card, quem usar o cartão virtual em lojas, aplicativos ou sites de todo o mundo receberá 2% de cashback (dinheiro de volta), com saldo atualizado no aplicativo. 

O Apple Card não terá taxas de anuidade e também não vai cobrar multa por de atraso de pagamento ou estouro do limite. Os juros só serão cobrados se o usuário pagar (atrasado) um valor menor que o total da fatura. Legal é que o Wallet, o app que vai gerenciar o Apple Card, vai deixar tudo muito claro para o usuário; inclusive uma estimativa dos encargos proporcionais que serão pagos.

Um dos recursos mais interessantes do cartão é que ele não terá número e código de verificação vinculados permanentemente a ele. Apesar de ser um cartão físico, a numeração será gerada aleatoriamente por aplicativo, o que significa que, ao menos em teoria, não seria possível cloná-lo.

Até o momento, não há informações sobre planos da Apple para expandir o seu cartão de crédito para outros países além dos Estados Unidos.

publicidade